Sobre

A minha infância não foi a coisa mais emocionante da minha vida. Pouco saía de casa, não brincava com amiguinhos, não jogava bola, não tinha amigas… me restava ler. Com isso, veio a paixão pela literatura, pela escrita, pelo português. Na adolescência, envolvida com trabalho e estudos, deixei de lado esse prazer que retomei há pouco tempo, que é escrever crônicas. Nelas eu consigo expressar com humor, os fatos que me incomodam ou que me alegram, e será um prazer dividir esses momentos com todos vocês.

Será interessante que vocês participem, opinem, comentem, para que eu tenha um termômetro… de repente é hora de escrever só pra mim!!!

Abraços a todos

Solange