Meu melhor presente

Há muito tempo ganhei um presente e, só agora, resolvi usar como se deve. Não vou fazer como aquela lingerie que a gente guarda pra uma ocasião especial, ou aquela toalha de mesa linda de renda que usamos no noivado de alguém. Não. Vou usar todo dia, toda hora, até que fique puído, gasto e desbotado.

Vou customizar, colocar brilhos e apliques, tingir, mudar de cor forma e tamanho. Não vou emprestar meu presente, ele é só meu. Não vou mais descuidar dele como já fiz antes, não vou ser relapsa. Como já dizia a música antiga, vou jogar fora sentimentos e ressentimentos tolos para, com isso, deixar de sujar e envenenar meu presente.

Cada vez que eu perceber alguém que não ame seu presente, deixarei de sofrer por aquela pessoa, e voltarei minhas energias todas para cuidar do meu. Vou alimentá-lo todos os dias e dividí-lo com as pessoas que amo, com minha família, com meu companheiro, com meus amigos sinceros.

Para aqueles que invejarem ou quiserem para si o meu presente, eu só poderei dizer: todos nós o recebemos, faça com que o seu seja tão lindo como o meu será a partir de hoje.

Devo também agradecer, sempre, àquele que me presenteou e àqueles que me entregaram o presente e cuidaram para que eu pudesse assumí-lo. Sim, ao Criador eu agradeço pela minha vida; e aos meus pais por tê-la cultivado da melhor forma que puderam.

Eu decidi viver.

Deixe uma resposta